Domingo
16 de Maio de 2021 - 

Acesso do Cliente

Insira seu usuário e senha fornecidos pelo escritório:

Newsletter

Previsão do Tempo

Hoje - São Paulo, SP

Máx
24ºC
Min
14ºC
Parcialmente Nublado

Segunda-feira - São Paulo...

Máx
25ºC
Min
15ºC
Parcialmente Nublado

Dados de consulta pública auxiliam na elaboração da Proposta de Orçamento Setorial 2022 do TJSP

Conheça os próximos passos da POS.   No início do ano, o Tribunal de Justiça de São Paulo abriu consulta pública para auxiliar na elaboração da Proposta Orçamentária Setorial de 2022 (POS-2022) – relatório que consolida as demandas de tudo que é prioritário e essencial para a manutenção e aprimoramento dos serviços da Justiça e que é utilizado na elaboração do Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA). A consulta é importante porque garante a participação popular na tomada de decisões. De acordo com as 1.889 respostas da consulta, realizada entre 22/2 e 5/3, as áreas mais citadas para a aplicação dos recursos foram: Recursos Humanos (44%), Cejusc (36%) e Tecnologia da Informação (5%). Também foram mencionadas as áreas Judicial (4%), Administrativa (4%), Infraestrutura (3%), Criança e Adolescente (2%), Atendimento (1%) e Mulher (1%). De posse dos resultados, as secretarias do TJSP analisam as sugestões enviadas ligadas à sua área de atuação e deliberam quanto à inclusão na Proposta Orçamentária Setorial para 2022, que será avaliada pela Comissão de Orçamento da Corte e pela Presidência. Por vezes, as indicações sugeridas na consulta pública já estão contempladas nas propostas da POS. A Proposta Orçamentária Setorial é submetida à votação no Órgão Especial do Tribunal, após a sua aprovação é enviada ao Poder Executivo. A maioria das pessoas que respondeu à consulta é da 1ª RAJ – Grande São Paulo (35%). A seguir, 4ª RAJ – Campinas (16%); 7ª RAJ – Santos (8%); 6ª RAJ – Ribeirão Preto (8%); 9ª RAJ – São José dos Campos (6%); 8ª RAJ – São José do Rio Preto, 5ª RAJ – Presidente Prudente e 10ª RAJ – Sorocaba, todas com 5%; 3ª RAJ – Bauru (3%); 2ª RAJ – Araçatuba (2%); além de outras regiões não classificadas (7%).     O que é a Proposta de Orçamento Setorial (POS)? O Tribunal precisa alinhar as necessidades orçamentárias de custeio, investimentos e pessoal ao aprimoramento da prestação jurisdicional. Para tanto, é elaborada a Proposta de Orçamento Setorial, em que o TJ consolida as demandas de tudo que é prioritário e essencial para a manutenção dos serviços da Justiça, bem como para o aprimoramento – por exemplo, recursos tecnológicos, infraestrutura de prédios, recursos humanos, mobiliário etc. Depois de analisada pela Comissão de Orçamento desta Corte e pela Presidência, a POS é colocada em pauta para votação pelo Órgão Especial do TJSP. Uma vez aprovada, é transmitida à Secretaria de Projetos, Orçamento e Gestão do Estado (SPOG), órgão do Poder Executivo, para consolidação das demandas de todos os órgãos do Estado. A SPOG analisa as propostas e, considerando a previsão de receita para o orçamento estadual (isto é, quanto o Estado tem para gastar), estabelece o valor que será destinado a cada órgão e elabora o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA). O PLOA é submetido à Assembleia Legislativa do Estado para votação e, uma vez aprovado na Casa, vai para a sanção do governador, passando a valer como Lei Orçamentária Anual do ano seguinte.                       imprensatj@tjsp.jus.br             Siga o TJSP nas redes sociais:           www.facebook.com/tjspoficial           www.twitter.com/tjspoficial           www.youtube.com/tjspoficial           www.flickr.com/tjsp_oficial           www.instagram.com/tjspoficial 
15/04/2021 (00:00)
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia